Imagem Administrativo

Administrativo

O Direito Administrativo é constituído pelas normas jurídicas do Direito Público, e que disciplinam as atividades administrativas necessárias à realização dos direitos fundamentais e a organização, bem como o funcionamento das estruturas  estatais e não estatais encarregadas de seu desempenho.

Por determinar o foco na desenvoltura das organizações de direito coletivo (Direito Público), não tem foco na defesa dos interesse privativos e egoísticos, mas zela para que os deveres e direitos de um grupo sejam concedidos, com a finalidade de que as partes individuais possam ser respeitas. A sua atuação se concentra no poder Judiciário, excluindo funções jurisdicionais e legislativas.

O Direito Administrativo caminha lado a lado com o Constitucional visto representarem o direito público interno, e até mesmo, algumas instituições já oferecem essa especialização com ambos temas. Os cargos mais almejados por quem escolhe o direito administrativo são disputados por meio de concursos públicos, os quais podem oferecer as melhores remunerações, considerando-se algumas médias de R$ 3.333,02. É importante entender que sua atuação não se priva aos setores públicos, mas pode atuar em organizações privadas, visto os interesses que por ele serão executados representa o bem de uma companhia, ou seja, o bem de mais de um único indivíduo.

O advogado que decide ficar à frente do direito administrativo, pode ser consultor de procedimentos administrativos, fornecer assessoria na elaboração de ações e normas, pode elaborar consultas, defesas e recursos focados no administrativo, seja público ou privado. A maior parte dos profissionais que se focam na procura deste curso são: advogados, magistrados, promotores, procuradores, defensores públicos, delegados e servidores públicos.

Fonte: Epdonline